Universidades de Medicina em Portugal com processos de Equivalência em curso

Olá colegas!

Percebo que muitos têm dificuldade em encontrar informações sobre as Universidades, lista de documentos, quais estão com processos abertos etc. Por isso, tentarei manter esse post atualizado com essas informações, bem como os links, facilitando assim sua busca.

Em Portugal temos 07 faculdades de medicina (link), mas nem todas realizam o processo de equivalência.

  • Universidade de Coimbra – não realiza o processo de equivalência. Porém possui ótimos cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado. Vale conferir!

  • Universidade Nova de Lisboa – realiza o processo de equivalência

(Procedimentos__Equivalência_à_Licenciatura_em_Meduicina_e_atribuição_do_Grau_de_Mestre_em_Medicina). Vão receber documentos até 21/04/2017 .

(Aviso_Reconhecimento)

Data das provas – (AVISO_equivalência)

Para mais informações: academicos@nms.unl.pt


  • Universidade do Algarve – realiza o processo de equivalência e parace estar aberta durante o ano. Pelo o que li, não necessita de prova, apenas apresentação de trabalho. Para maiores esclarecimentos enviar e-mail para: acad@ualg.pt

  • Universidade da Beira Interior – revirei o site e não encontrei absolutamente nada. Busquei nos grupos do facebook e achei essas orientações dadas por e-mail. Então, enviem mensagem questionando sobre o processo caso tenha interesse.

Retirado do Site:

“Equivalência/Reconhecimento

(ao abrigo do Decreto-Lei nº 283/83, de 21 de Junho)

O Decreto-Lei n.º 283/83, de 21 de junho estabelece um sistema de equivalência/reconhecimento com base numa reavaliação científica do trabalho realizado de habilitações estrangeiras de nível superior, às equivalentes habilitações portuguesas, com vista à obtenção do grau correspondente. Pode também obter informações na DGES

PROCEDIMENTOS

Para solicitar equivalência/reconhecimento do curso estrangeiro, deverá ter em conta os cursos ministrados pela UBI na mesma área ou em área afim em http://www.ubi.pt/Cursos

O pedido deve ser feito em formulário próprio em conformidade com a Portaria n.º 1071/83, de 29 de dezembro, (estes formulários estão disponíveis na página da Imprensa Nacional – Casa da Moeda, podendo igualmente, ser adquiridos nos Serviços Académicos da UBI).

Aquando da instrução do pedido de equivalência, o requerente deve ter em atenção os documentos referidos nos artigos 4.º, 8.º e 12º do Decreto-Lei n.º 283/83, de 21 de junho, conforme o grau a que é solicitada a equivalência. Estes documentos deverão ser devidamente autenticados pelo agente consular português no País de origem do diploma e/ou legalizados pela Apostila de Haia nos termos da Convenção relativa à Supressão da Exigência da Legalização de Atos Públicos Estrangeiros, assinada em Haia a 5 de outubro de 1961. (Pode também consultar o site da DGES)

O pedido de reconhecimento terá enquadramento, apenas quando se verifique o disposto no capítulo V do artigo 14º do Decreto-Lei n.º 283/83, de 21 de junho que deve consultar

Os prazos são os descritos no Decreto-Lei n.º283/83, de 21 de junho, artigos 6.º, 10.º (60 dias úteis após nomeação do júri) e o artigo 13.º (60 dias úteis após a instrução completa do processo).

Os emolumentos devidos correspondem ao valor afixado na tabela de taxas e emolumentos da UBI. http://www.ubi.pt/…/S…/53/Paginas/288/Despacho_2014_R_23.pdf

Será necessária a tradução quando os documentos sejam escritos numa língua estrangeira que não o espanhol, francês, inglês ou italiano. As traduções deverão ser devidamente certificadas pelas autoridades competentes para o efeito.

O pedido de equivalência deve ser acompanhado dos seguintes documentos gerais:

Certidão de Nascimento ou Cópia documento de identificação (BI/C.Cidadão/Passaporte; NIF), facultativo.

Requerimento apresentado pelo(a) interessado(a) ou por seu representante legal (procuração), utilizar formulário próprio (portaria nº1071/83 de 29 de dezembro). No formulário deve mencionar obrigatoriamente e de forma legível, 1) O grau de que é requerida equivalência e o estabelecimento de ensino onde foi obtido, 2) O curso lecionado na Ubi ao qual é pretendida a equivalência, acompanhado dos seguintes documentos:

Equivalência ao grau de mestre (capítulo III – artigo 8º) (a)

Diploma comprovativo da titularidade do grau de licenciado ou equivalente legal;

Diploma emitido pela universidade estrangeira, que comprove a titularidade do grau de mestre;

Documento emitido pela universidade estrangeira, onde constem as disciplinas em que obteve aprovação, a classificação final e, quando aplicável, apresentar os conteúdos programáticas e respetivas cargas horárias;

2 Exemplares da dissertação (formato digital ou em papel);

2 Exemplares de curriculum vitae (formato digital ou em papel);

Regulamento fixando as condições e admissão ao grau de que é requerida equivalência, aquando da obtenção do mesmo;

(a) Nota: Informamos os requerentes com habilitações de grau ou diploma de diferente natureza da de mestre que só poderão ser aceites pedidos de equivalência ao grau de Licenciado, para os cursos da UBI que são Ciclos de Estudo Integrados, com exceção dos requerentes com formação em Medicina, que conforme as Normas internas para a concessão de equivalência ao grau de mestre em Medicina, na Universidade da Beira Interior e respeitanto os prazos para a entrega do pedido (para as provas a realizar no ano 2017 – 20/04/2017) referidos no Anexo I das referidas Normas, devem formalizar o seu pedido, apresentando os seguintes documentos:

Formulário da INCM, modelo n.º 525 – Requerimento de Equivalência ao grau de Mestre;

Certidão de Nascimento, fotocópia do documento de identificação ou passaporte (facultativo);

Diploma do Curso (licenciatura em Medicina ou mestrado integrado em Medicina);

Documento emitido pelo estabelecimento de ensino onde constem as disciplinas em que obteve aprovação e que conduziram à obtenção do grau, duração dos estudos e a classificação final (ou as classificações parciais caso aquela não seja conferida);

Dois (2) exemplares de cada dissertação, caso exista, considerada autonomamente no plano de estudos;

Programas das disciplinas e respetivas cargas horárias do plano de estudos do curso de Medicina frequentado;

Currículo académico e profissional do candidato, acompanhado dos respetivos comprovativos;

Documento comprovativo do pagamento de todas as taxas e emolumentos, que não serão devolvidas no caso de desistência do processo;

Documento (Minuta) em que o requerente declara que só efectuou o pedido de equivalência nesta Universidade e que aceita que todas as comunicações que lhe forem dirigidas sejam efectuadas para o endereço de e-mail que indica neste mesmo documento;

Requerimento de inscrição para a Prova de Língua Portuguesa.

Se pretender solicitar dispensa da Prova de Língua Portuguesa deve formalizar o pedido através de requerimento, solicitando a dispensa, anexando a este um documento que comprove a habilitação do nível B1 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas, em Língua Portuguesa.

Todos os documentos originais devem ter tradução quando sejam escritos numa língua estrangeira que não o espanhol, francês, inglês ou italiano. Os documentos originais e as respetivas traduções terão de possuir a apostila de Haia ou ser reconhecidos por agente diplomático ou consular português no Estado onde o requerente obteve o grau e a assinatura deste agente, sendo autenticada com o selo branco consular respectivo.”


  • Universidade do Minho – realiza o processo de equivalência. Inscrição aberta até 28/04/2017. Link 

  • Universidade do Porto – realiza o processo de equivalência. No momento, também recebendo documentos. Link (ler item Equivalências/Reconhecimentos Habilitações Estrangeiras)

  • Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar – U.Porto (onde fiz meu processo) – realiza o processo de equivalência, mas pelo o que pesquisei se encontra fechada no momento. Se estiver errada, peço desculpas. Deixo o site para quem desejar buscar maiores informações.

Sobre dúvidas em relação aos documentos, não hesite, entre em contato com a instituição. Demais dúvidas, caso possa ajudar, deixe o comentário que respondo.

Se gostou, clique no anúncio abaixo para me ajudar a continuar contando minhas histórias e compartilhe com seus amigos.

Anúncios

18 Comments

  1. Fernanda disse:

    Olá, bom dia. Gostaria de saber se tem algum programa de residência médica em Portugal ou alguma avaliação para que eu possa atuar em Neurologia. Tenho pós graduação latu sensu aqui no Brasil e gostaria de saber se posso atuar nessa área e quais são os procedimentos (além da revalidação). Obrigada!

    Curtido por 1 pessoa

    • Fatima Calani disse:

      Fernanda, bom dia!
      Revalidar especialidade cá é algo bem complicado, mesmo! Não disse impossível, apenas bem difícil.
      Primeiro vc precusa ter equivlência, depois solicitar revalidação da especialidade.
      Escrevi um texto sobre e coloquei o link das especialidades, qualquer coisa envia e-mail solicitando maiores informções.
      Bj e boa sorte!

      Curtir

    • Patricia disse:

      Gostei mto do seu post! Msm eu fazendo mestrado aqui no Brasil, teria q fazer equivalência ao grau de mestre em Portugal? E dps a revalidação de especialidade, q no meu caso Dermatologia, seria 5 anos? Obrigada

      Curtido por 1 pessoa

      • Fatima Calani disse:

        Olá Patricia! Fico feliz que tenha gostado.
        Sim. Mesmo tendo mestrado vc precisa realizar o processo de equivalência. Revalidar especialidade é outra etapa, fiz até um post sobre. Mas caso queira refazer, o curso dura 05 anos.
        Beijo e boa sorte!

        Curtir

  2. Kelen disse:

    Como fez em relação à apresentação da sua monografia ? Quem foi seu tutor ou orientador?

    Curtido por 1 pessoa

  3. Paola disse:

    Estou perdida, mas querendo fazer o reconhecimento do meu diploma. Seria melhor eu pedir consultoria para isso? Em todas necessita de prova?

    Curtido por 1 pessoa

    • Fatima Calani disse:

      Paola, tudo bem?
      Inicialemente ficamos perdidos, faz parte!
      depois leia o blog com calma, informo todo o passo a passo e dou o contato do Dr. Rafael, advogado que fez todo o meu processo.
      Bj!

      Curtir

  4. Yasmine disse:

    Oi Fátima, sua página é ótima.tenho muita dificuldade de encontrar as informações de quando abrem os processos seletivos. Mandei email para UP e me falaram que estava fechado. Já percebi que o processo abre e fecha sempre no começo do ano. É Isso mesmo? Atualize essa página sempre que puder! Obrigada por dividir as informações.

    Curtido por 1 pessoa

    • Fatima Calani disse:

      Yasmine, a dica é ficar de olho, sempre acessando o site para não perder a data. Outro caminho é fazer o processo utilizando uma empresa, como eu fiz através do Dr. Rafael.
      Boa sorte!!

      Curtir

  5. Barbara Werneck disse:

    Olá Fátima, suas dicas são maravilhosas. Mas me tira uma dúvida: tudo que leio, vejo sempre “equivalência ao grau de mestre”. Essa nomenclatura em Portugal equivale a nossa graduação aqui no Brasil? Sou graduada e pós-graduada em medicina mas não tenho mestrado. Qual termo devo usar para pedir a equivalencia do meu diploma ?
    Obrigada e parabéns pelo seu blog.

    Curtido por 1 pessoa

    • Fatima Calani disse:

      Olá Bárbara!
      Fico feliz que esteja gostando.
      Todos em Portugal se formam com mestrado, por isso esse nome, bem como por esse motivo terá que apresentar um trabalho para obter tal título.
      O termo é igual para todos: equivalência ao grau de mestre.
      Bj e boa sorte!

      Curtir

  6. Barbara Werneck disse:

    Olá Fátima, eu novamente. Poderia me passar o contado do Dr. Rafael?
    Obrigada

    Curtido por 1 pessoa

    • Fatima Calani disse:

      Olá!!
      Contato: 21 967325420
      rafael@perszel.com.br

      Curtir

      • Debora disse:

        Fatima, parabéns pelo blog e iniciativa! Suas dicas são valiosas!
        Estou ainda no BR e pretendo mudar ano que vem para Portugal. É conveniente iniciar processo de revalidação já ou depois que estiver aí?
        Melhor contratar uma assessoria como a do Dr Rafael? obrigada,

        Curtido por 1 pessoa

      • Fatima Calani disse:

        Olá Debora, como vai?
        Sugiro que inicie o processo o mais breve possível. No momento, todas as universidades estão fechadas. Por isso acho legal entrar mensalmente no site das instituições para acompanhar.
        Meu processo foi com o Dr. Rafael, super recomendo, mas isso é muito pessoal. Eu não me arrependo, faria novamente dessa forma.
        Bj e boa sorte!

        Curtir

  7. lidiane santana disse:

    OLÁ FATIMA , PRIMEIRAMENTE PARABENS PELO SEU BLOG, ESTA MARAVILHOSO, GOSTARIA DE SABER SE PODERIA DISPONIBILIZAR A LISTA DE DOCUMENTOS DA UNIVERSIDADE QUE VC FEZ A EQUIVALENCIA, TB GOSTARIA DE SABER SE TENHO QUE ENTREGAR A MONOGRAFIA LOGO OU PODE SER DEPOIS DELES ANALISAREM MINHA DOCUNTACAO, AGUARDO CONTATO, LIDIANE.

    Curtir

    • Fatima Calani disse:

      Olá Lidiane, no post universidades com processo de equivalência, tem todas essas informações. Saiba que a minha universidade não abriu novamente até o momento, bem como todo o processo mudou. Agora é prova prática, teórica e apresentação do trabalho para ter a equivalência ao grau de mestre.
      Boa sorte!!!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: